História


ASSISTA NOSSO
VÍDEO INSTITUCIONAL

UMA HISTÓRIA DE DEDICAÇÃO AO DIREITO, DE AMOR À ADVOCACIA E DE ESPERANÇA POR UMA JUSTIÇA MAIS EFETIVA NA BUSCA DE UMA SOCIEDADE DIGNA E JUSTA.

Fundação

100 anos de história. Assim se pode resumir a trajetória desse escritório de advocacia. Em 1920, sob as mãos e o olhar atento de um dos maiores juristas brasileiros, nascia a Advocacia Vicente Ráo S/C., que logo passou a ser um ícone no campo do Direito. Sua primeira sede foi na esquina das ruas Quintino Bocaiúva e Barão de Paranapiacaba, próximo à Praça da Sé e, por essa razão, aparece em vários registros fotográficos históricos da cidade de São Paulo da década de 20.

Ministro da Justiça

O escritório passou a ser cada vez mais procurado e reconhecido atendendo a questões diversas do Direito Privado e Direito Público. Em 1934, com a constitucionalização do Brasil, Vicente Ráo foi nomeado Ministro da Justiça, cabendo a ele implantar a Justiça Eleitoral criada pela Constituição Federal e dar aplicação ao Código Eleitoral de 1933, que reconheceu o voto feminino. Deixou o Ministério da Justiça no dia 4 de janeiro de 1937, ao sentir que Getúlio Vargas preparava um golpe, que acabou eclodindo no dia 10 de novembro daquele ano.

Rua 7 de Abril

No ano de 1943 a sede do escritório foi transferida para a Rua 7 de abril, n. 34, onde Vicente Ráo construiu um prédio de dez andares, reservando o ultimo andar para o escritório de advocacia e sua biblioteca, pois além de jurista tinha um certo instinto empreendedor, tanto que neste mesmo prédio funcionavam três lojas no térreo e as demais salas era alugadas.

Ministro das Relações Internacionais

Por três oportunidades o Professor Vicente Ráo se ausentou do escritório. A primeira vez foi no ano de 1950, quando foi Delegado brasileiro na V Assembléia Geral das Nações Unidas. A segunda foi entre os anos de 1953 e 1954, quando exerceu o cargo de Ministro das Relações Internacionais e a terceira aconteceu entre os anos de 1969 a 1973 quando presidiu a Comissão Jurídica Interamericana da OEA, na categoria de embaixador.

Dr. Saulo Ramos

Em 1963, Dr. Ovídio Rocha Barros Sandoval passou a integrar a equipe de advogados do escritório até o ano de 1968, quando foi aprovado em concurso para magistratura paulista, vindo a integrar os quadros de Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo até 1988, quando se aposentou como Juiz de entrância especial na comarca da capital, regressando ao escritório de advocacia. No ano de 1964 o Dr. Saulo Ramos passou a integrar a equipe do escritório, onde iniciou a sua brilhante carreira na advocacia. O eminente Professor José Frederico Marques, em 1965, também se associou ao escritório, que passou a reunir os dois maiores juristas brasileiros daquela época.

Memória do Mestre

Em 1978, o Professor Vicente Ráo faleceu, sendo que o Dr. Saulo Ramos foi o escolhido entre os sócios para sucedê-lo e dar continuidade ao escritório, reverenciando a memória do Mestre, como seu fundador.

Ribeirão Preto

No ano de 2003, o escritório foi transferido para Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, onde em 2015 inaugurou sua nova sede na Avenida Carlos Consoni n. 740. Fundado em 1920 pelo Professor Vicente Ráo, o escritório chega ao Século XXI em plena atividade, sob a denominação Saulo Ramos Rocha Barros Sandoval, em homenagem aos Drs. Saulo Ramos e Ovídio Rocha Barros Sandoval, discípulos fiéis do fundador dessa banca de advogados, que além de exercer a advocacia consultiva, atende demandas judiciais em todo o território nacional em todas as áreas do Direito, com clientes dos mais diversos segmentos de atividade.

Fundadores

Dr. Vicente Ráo

Dr. Vicente Ráo

Fundador
Dr. Saulo Ramos

Dr. Saulo Ramos

Fundador
Dr. Ovidio Sandoval

Dr. Ovidio Sandoval

Fundador